Get Adobe Flash player
Enquetes
Você faria um Curso de Capacitação?
 
Menu do Usuário
Últimas Notícias
Home

Edital para o Concurso da Prefeitura de São Paulo sai até junho

MAGISTÉRIO DE SÃO PAULO: EDITAL PARA 2.208 VAGAS ATÉ JUNHO

Folha Dirigida - 7 a 13 de maio de 2012.

.

Vencimentos iniciais de até R$ 2.600 para jornada de 40 horas semanais

.

A Secretária Municipal de Educação de São Paulo, Célia Falótico, confirmou, em entrevista publicada na última página desta edição, que o edital do concurso para 2.208 vagas de professores de ensino fundamental II e médio será publicado até junho. “Trabalhamos com o objetivo do concurso acontecer neste primeiro semestre”, disse. Serão contratados professores para todas as disciplinas do nível fundamental II, bem como em Química, Física, Biologia e Espanhol, visando o atendimento ao ensino médio.

Para concorrer é preciso ter licenciatura plena na respectiva área. O salário inicial é de R$ 2.600, para jornada de 40 horas semanais, e de R$ 1.950 para 30 horas. Como benefícios, o órgão oferece vale alimentação de R$ 234, auxílio-refeição de R$ 12,29 por dia (R$ 279,38 para 22 dias), auxílio transporte e gratificação de difícil acesso, caso necessário. Dessa forma, a remuneração pode chegar a R$ 3.113,38. Célia Falótico garantiu que o edital contemplará todas as 2.208 vagas autorizadas pelo prefeito Gilberto Kassab.

O último concurso ocorreu em 2011. Ao todo foram registrados 42.849 inscritos para a oferta de 354 vagas, sendo dez para Língua Portuguesa, 55 para Matemática, 24 para Inglês, 42 para História, 77 para Geografia, duas para Espanhol, nove para Educação Física, 62 para Ciências e 73 para Artes.

Os candidatos realizaram provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos, prova dissertativa e avaliação de títulos. A avaliação objetiva de Conhecimentos Gerais contou com 20 questões, versando sobre Legislação, currículos, conceitos e metodologias na área educacional. Já na prova de Conhecimentos Específicos foram cobradas 30 questões, com conteúdos direcionados para cada área. O exame dissertativo com três questões foi o mesmo para todos os professores.

.

Concurso realizado em 2011

.

Disciplina

Vagas

Inscritos

Artes

73

4.234

Ciências

62

5.429

Educação Física

9

5.925

Espanhol

2

640

Geografia

77

3.464

História

42

5.300

Inglês

24

4.622

Matemática

55

6.393

Português

10

6842

.

A secretária Municipal de Educação de São Paulo, Célia Falótico, disse à Folha Dirigida, no último dia 2, que o edital do concurso para 2.208 vagas de professores de ensino fundamental II e médio será divulgado até junho. O objetivo é garantir que o órgão conte com concurso em vigência, evitando que os alunos fiquem sem professores.

A seleção foi autorizada pelo prefeito Gilberto Kassab em abril e, de acordo com a secretária Célia Falótico, já foi instituída a comissão responsável. A intenção é de que o concurso seja encerrado antes de 3 de julho em decorrência da lei eleitoral, para permitir a convocação de aprovados ainda em 2012.

.

O prefeito Gilberto Kassab autorizou, em abril, a realização de concurso público para o preenchimento de 2.208 vagas para professores de ensino fundamental II e médio. Qual a previsão para publicação do edital? Já há uma comissão formada?

A comissão do Concurso já está constituída e se reunindo para organizar todas as etapas do concurso, até sua homologação. Ela irá escolher, entre as instituições consultadas e que remeteram propostas, a melhor qualificada para realizar o concurso. A autorização alcança 2.208 vagas, necessárias para atender a expansão da rede física com a construção de novas escolas já em andamento, além das reposições decorrentes de aposentadorias, falecimentos, exonerações e afastamentos. O objetivo da Secretaria é garantir sempre um concurso vigente, para evitar que os alunos fiquem sem professores, por falta de planejamento de curto, médio e longo prazo.

Será possível concluir o concurso antes de 7 de julho, última data para a homologação antes das eleições, conforme a lei eleitoral, que impede a nomeação de aprovados a partir de três meses antes das eleições, até a posse dos eleitos?

Trabalhamos com o objetivo do concurso acontecer neste primeiro semestre. Portanto, o edital deve ser publicado até, no mais tardar, junho. Além desse concurso, há ainda em andamento um concurso público de ingresso para provimento de cargos vagos de nutricionista, realizado em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde.

Qual a situação do quadro de professores do fundamental II e médio? Quantos de nível médio e fundamental II docentes atuam na rede municipal?

A rede tem 21.304 professores do fundamental II e 63 do ensino médio. Há três anos, a rede municipal de ensino inicia ano letivo com todas as aulas atribuídas. Ao longo dos meses, licenças e aposentadorias, por exemplo,  afastam ou retiram professores da regência. Em abril constatamos 198 professores fora da regência. Para cobrir essas ausências, as escolas municipais contam com módulos compostos por professores que suprem essas necessidades até que sejam feitas novas convocações para a regência. Pretendemos convocar 258 professores para suprir essas ausências, aposentadorias que estão por vir e novas escolas. Desde 2005, já foram nomeados 44.779 profissionais da educação, de um quadro de 84.278 servidores.

Para quais disciplinas serão oferecidas vagas neste concurso?

O concurso será realizado para todos os componentes do Ensino Fundamental II e também para Química, Física, Biologia e Espanhol, com vistas ao atendimento do ensino médio. A secretaria planeja cuidadosamente, a cada ano letivo, o preenchimento de todas as vagas existentes, tanto para regência quanto para substituição, sempre considerando a grade curricular vigente, os programas especiais de atendimento e o histórico de ocorrências funcionais, de modo a garantir a estabilidade do corpo docente das escolas.

Qual a sua avaliação do atual quadro da educação do município?

A rede municipal de ensino passou por uma grande transformação nos últimos anos, sempre tendo como foco a melhoria da qualidade do ensino. Foram adotadas inúmeras ações na área de Recursos Humanos, afim de valorizar os profissionais que atuam na rede. Podemos destacar dentre outras, o piso do magistério de R$ 2.600,00, muito acima do piso nacional, e a política salarial com recomposição dos salários acima da inflação, com garantias de aumentos concedidos por lei até 2014. Os reajustes serão de 10,19%, em 2012, o mesmo valor em 2013 e 13.43% em 2014. Por causa disso, a Prefeitura, em  cinco anos, praticamente dobrou os salários. Um professor com jornada de 40 horas semanais, por exemplo,  ganhava em 2005 um piso de R$ 1.215,00 e hoje recebe R$ 2.600,00. Além disso, realizou concursos públicos para todas as categorias – gestores, professores e quadro de apoio administrativo – e providenciou concursos de remoção.

No início de abril houve uma paralisação dos professores da rede municipal. Qual foi o consenso entre sindicato e secretaria? É possível atender as demandas do sindicato?

A prefeitura negociou com os sindicatos as seguintes propostas: concessão de aposentadoria especial para docentes e gestores readaptados, criação de 360 vagas de assistente de diretor de escola, remunerar o auxiliar técnico de educação para o cargo de Secretário de escola pelo mesmo grau do cargo efetivo, antecipar valores do Prêmio de Desempenho Educacional (1ª parcela, de acordo com a jornada de trabalho), ou seja, R$ 600, R$ 900 e R$ 1.200, criar duas referências para as carreiras do magistério e dar abono aos comissionados do Quadro de Apoio da Educação. Desde 2005, a Prefeitura trabalha dentro de uma política de gestão de pessoas que visa a valorização do servidor municipal, oferecendo melhores condições de trabalho, reconhecendo o seu mérito e distinção, e premiando sua produtividade e desempenho.